Wellness a ditadura da beleza brasileira

Não é de hoje que os gringos amam o estilo da mulher brasileira, temos modelos como Gisele Bündchen simplesmente a modelo mais bem paga do mundo, várias artistas como Aline Braga e dançarinas como Gracyanne Barbosa realmente as mulheres brasileiras tem uma beleza única e invejável no exterior.

No brasil dentros das academias a maior parte do público são mulheres, buscam tem um corpo atraente e inspirados em modelos próprios nacionais, como das musas carnavalescas, dancarinas do faustao, garotas propaganda de cerveja e é claro as panicats. é um estilo diferente dentro do mundo musculação, elas treinam muito pesado bumbum e coxa criando um estilo único e tipico da mulher “sarada do calçadão de copacabana”.

 

Percebendo isso a principal federacao de fisiculturismo do mundo a IFBB criou no Rio de Janeiro no ano de 2005 a categoria Welness, Ao contrário que muitos pensam, essa categoria era muito difícil de ser julgada, onde as atletas, com características únicas, apresentavam a cada competição um nível mais elevado e sempre com um estilo de volume e definição muscular reduzidos no troco e mais acentuado nos membros inferiores. Logos nos primeiros anos foi um sucesso, teve um número gigante de participantes e virou febre entre as atletas de outras categorias que decidiram mudar o rumo da carreira e aderir ao novo movimento.

 

Daí para frente o Brasil estourou no cenário mundial e revelou atletas como a catarinense Angela Borges, ela foi a única atleta a conquistar o feito de ser tetra campeonato overall, fato nunca visto nos 48 anos da federação Ifbb e em dezembro de 2017 ela foi campeã mundial na cidade de Biarritz na França.

 

Já aqui na irlanda esta “ditadura”  teve início no ano de 2017 onde a federação RBBF inseriu pela primeira vez em um campeonato a categoria welness.

A inauguração foi um sucesso,a categoria chamou muito a atenção, os jurados e a plateia não sabia muito bem o que esperar, era tudo novidade foi um clima misto de ansiedade e curiosidade quando as meninas subiram no palco, mas o resultado você já pode imaginar não é mesmo? Quem você acha que levou tudo, as brazucas é claro, deu brasil na cabeça as meninas Nathy Junqueira, Patricia Borges e Marcela Franca (foto) fizeram sucesso, e foram aplaudidas de pé, honraram nosso nome e fizeram história no cenário do fisiculturismo nacional irlandês.

 

Neste ano de 2018 temos pela frente o Spring Classic que é o evento de abertura do circuito e na sequência o campeonato nacional, em nome da comunidade brasileira na irlanda e como atleta eu tenho orgulho em contar esta história, mas o grande objetivo nesta matéria é não deixar a peteca cair, e manter nossa moral em alta, temos muitos atletas brasileiros masculinos e poucas mulheres nos representando, pessoalmente tenho certeza absoluta que ainda poderão surgir muitos talentos. Espero em breve estar aqui contando novas histórias de sucesso, e ver a mulherada brasileira dando show nos palcos irlandês.

 

Fotos: Filipe Rodrigues

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

Blog at WordPress.com.

Up ↑

%d bloggers like this: