Vale mesmo a pena treinar quando se esta cansado?

Image-4.png
Problemas de treinar cansado;
 Em um determinado momento da sua fase de treinamento, provavelmente você chegou um dia para treinar e percebeu que seu treino não rendeu a metade do que costuma treinar, as cargas estavam mais pesadas do que o costume, o tempo de descanso não era suficiente para sua recuperação, sua concentração no exercício era zero, você saiu do ginásio com a sensação de fracasso, que o treino não valeu nada, correto
¦
¦
Então vamos entender alguns fatores que podem levar a essa situação e como lidar com eles. Primeiramente vamos entender que o exercício físico resistido (EFR) influencia no aumento de TT (testosterona total), TF (testosterona livre), DHEA (Dehidroepiasterona), e cortisol, esses hormônios são apresentados em indivíduos tanto sedentários como já praticantes de exercício resistido, a diferença fica na produção pôs treino, em indivíduos mais treinado é mais difícil de alterar a produção pôs exercício, CADORE et al (2008). sabendo que esses hormônios têm relação com a recuperação e estimulo de síntese proteica, fica mais claro saber por que a pratica de (EFR) crônico pode sofrer alterações em sua resposta de recuperação pôs treino, assim causando estreses fisiológico mais do que seu corpo pode se recuperar em curto prazo.
¦
 Exercícios intensos e prolongados influenciam a inflamação crônica, overtraining, e baixa de imunidade. Seu principal fator seria a síntese de compostos pro-oxidantes, que são conhecidas como espécies reativas de oxigênio (ERO) e nitrogênio (ERN). Com seu aumento, a capacidade antioxidante corporal fica prejudicada, levando a um estresse oxidativo, consecutivamente ao aumento lesões e cansaço físico. Uma das estratégias usadas para minimizar a oxidação celular está na ingestão de minerais, vitaminas, aminoácidos e flavonoides.
 ¦
 E por ultimo os fatores psicológicos, sabendo que o estrese psicológico causado pelo (EFR) pode ter resposta tanto positiva como negativa dependendo a fase que se encontra o atleta. Alguns estudos utilizando o protocolo de POMS-Profile Of States que mede o estrese psicológico usando seis escalas; tensão, ansiedade, depressão, raiva, vigor, fadiga, e confusão mental, chegou ao resultado que o treinamento em esforço máximo pode levar indivíduos a um estado de humor negativo, um desanimo e irritabilidade emocional. FREITAS et al (2008).
¦
¦
Resumo da Opera, entenda que por mais que você, ate queira treinar em determinado dia, existem fatores que devem ser levados em consideração, são eles hormonais, alimentares e psicológicos. Haverá dias em que entrara no ginásio e terá o melhor treino da sua vida, um PUMP maravilhoso, treino com cargas muito mais elevadas do que normalmente treina, tudo vai estar a seu favor, então aproveite esse dia. Porem haverá aquele dia que era melhor ter ficado em casa, então aprenda a ler seu corpo e sua resposta ao treinamento, pare e descanse se for possível e necessário, a grandes chances de se lesionar ou entrar em processo catabolico por não saber a hora de descansar. Perca uma batalha, mas não a Guerra.
¦
¦
Henrique Pereira
Brasileiro com licenciatura e bacharelado em educação física. Faculdade Porto Das águas. Especialista em fisiologia do exercício, qualidade de vida e reabilitação pós traumática. Unilas latu sensu. 
Especialista em treinamento personalizado. Fitness Academy ( Lisboa – Portugal)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

Blog at WordPress.com.

Up ↑

%d bloggers like this: